Arquiteto de Software #1 – Não coloque seu currículo à frente dos requisitos

Recentemente recebi uma recomendação de leitura do livro “97 Things every software architect should know”, então decidi ir lendo e postando aqui algumas dessas dicas.

O livro reúne dicas de diversos profissionais experientes, e pode ajudar desde profissionais experientes quanto quem está iniciando como programador e pretende focar nesta área no futuro.

E vou começar hoje com isso.

1 – Não coloque seu currículo à frente dos requisitos

Como desenvolvedores de software, por vezes, recomendamos tecnologias, metodologias e abordagens para a resolução de problemas, porque no fundo nós queremos ter estes em nosso currículo e não porque eles são a melhor solução para o problema. Tais decisões raramente resultam em desfechos felizes.

A melhor coisa para sua carreira é uma lista de clientes satisfeitos ansiosos para recomendar você porque você fez a coisa certa por eles e pelo o projeto. Em uma ordem de magnitude isso vai te servir muito mais do que o último objeto brilhante na linguagem e paradigma mais recente. É importante e até mesmo crítico estar atualizado quanto as últimas tendencias e tecnologias, mas isso nunca deve acontecer as custas do cliente. É importante lembrar que você tem um dever que depende de confiança e pode gerar legado. Como um arquiteto foi-lhe confiado o bem estar da sua companhia e é esperado que você evite conflitos de interesse e seja totalmente leal à sua companhia. Se o projeto atual não é desafiador o suficiente para o estado atual da sua carreira, você precisa encontrar um próximo que seja.

Se você não pode fazer isso no momento e é forçado a trabalhar neste projeto, então você e os demais ficaram felizes em usar a tecnologia correta para o cliente ao invés da tecnologia para o seu curriculum. É difícil resistir a vontade de usar uma solução nova e legal, mesmo quando é inapropriado para a situação atual.

Com a solução correta, o projeto vai ter um time mais feliz, um cliente mais feliz e muito menos stress. Isso normalmente te dá tempo para se aprofundar na tecnologia antiga, ou aprender uma tecnologia nova no seu próprio tempo. Ou fazer aquela coisa que você sempre quis fazer antes e nunca tinha tempo para aquilo. Sua família vai adorar isso, e sempre notaram a diferença de humor quando você chegar em casa.

De maneira geral, sempre coloque as necessidades a longo prazo do cliente à frente das suas próprias necessidades de curto tempo, e assim você não vai errar.

Por Nitin Borwankar (https://github.com/nborwankar)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s